EsCola BíBLica DoMinicAl

EsCola BíBLica DoMinicAl

sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

Último dia do ano

Natal na Igreja Central


Peça das crianças e pré-adolescentes

Música das crianças e dos pré-adolescentes


Peça dos Jovens: nascimento de Jesus





Pr. Adalberto




Peça de Natal do Centro de Eventos




Irmã Lucena

Festa de ano novo: Lançamento do CD de Elisama



sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

Véspera de Natal

ATIVIDADE 1:
Peça de Natal de autor desconhecido...
Sugestão :
JESUS, PAPAI NOEL e CRIANÇAS REPRESENTADAS POR NÚMEROS
Professor introduz a peça e finaliza falando do Senhor Jesus

DE QUEM É O NATAL?


(Jesus entra acompanhado de algumas crianças que proclamam o seu nome.)
(Algumas das crianças dizem (uma de cada vez):)
1 - É Jesus o nosso Salvador.

2 - Hoje é natal, dia do nascimento de Jesus.
3 - Ele é nosso Rei.

Narrador: Há alguns milênios atrás, numa noite de natal, nascia o menino Jesus, aquele a quem Deus fez descer do céu e se fazer homem para morrer pelos nosso pecados. Através do seu sacrifício na cruz do calvário nós temos a vida eterna.

4 - Jesus, filho de Davi. Jesus...
3- Nosso salvador
(Então entra o Papai Noel tocando seu sino:)
PAPAI NOEL - Ouhh Ouhh Ouhh...

(Um das crianças grita:)
1 - É o papai Noel, é o papai Noel!
(Então as crianças correm até o Papai Noel. Quando lá, uma das crianças diz:)

5- Mas Jesus é o papai do céu! (fala confusa)
PAPAI NOEL - Mas eu posso lhes dar presentes.
2 - Eu quero uma bicicleta.
PAPAI NOEL - Hoje é o meu dia crianças e de vocês são os meus presentes.
JESUS - Todos os dias são meus crianças e de vocês é o meu reino! (DISPUTA)
PAPAI NOEL ( sorridente ) - Crianças, eu posso lhes dar uma linda casa.
JESUS -E eu posso lhes abrigar debaixo das minhas asas.
PAPAI NOEL - Eu posso lhes dar uma televisão.
JESUS - E eu posso lhes mostrar coisas grandes e ocultas que não sabeis.

PAPAI NOEL - Eu posso lhes dar um lindo sofá.
JESUS - Mas só eu posso lhes dar o descanso.
PAPAI NOEL (vai se irritando ) - Eu posso lhes dar comidas gostosas!
JESUS - Mas eu sou o pão da vida.
PAPAI NOEL (cada vez mais irritado e olhando firme para Jesus) - Eu posso lhes dar uma piscina.
JESUS - Mas eu posso lhes fazer nadar pelo rio das águas que saem do trono de Deus.
PAPAI NOEL - Eu posso lhes dar diversos brinquedos.
JESUS - Mas somente eu posso dar a verdadeira alegria.
PAPAI NOEL - Eu viajei do Pólo Norte até aqui, só por causa de vocês. (Fala bravo porque percebe que as crianças estão se voltando para JESUS.)
JESUS - E eu apanhei, fui crucificado e morto pensando em vocês.

PAPAI NOEL (vai se entristecendo, no fundo reconhecendo que só Jesus é o Senhor ) -  Eu posso lhes dar a roupa de um super-herói
JESUS (cada vez que um deles fala as crianças se olham confusas sem saber com quem ficar) - E eu posso dar-lhes a armadura de Deus.

PAPAI NOEL (quase que chorando) - Mas eu posso levá-los para a Disney.
JESUS - Mas só através de mim vocês podem ir para o céu e ter a vida eterna.
6 -.Desculpe papai Noel mas eu preciso de Jesus ( então corre até Jesus )
7 - Eu também preciso dele, desculpe-me ( então corre até Jesus ).
6- Desculpe-me papai Noel, mas... (então todas vão até Jesus.)
JESUS - .Aquele que não for como uma criança, jamais herdará o Reino dos céus.
PAPAI NOEL diz para Jesus - Devo reconhecer que por mais que eu faça, jamais darei a qualquer criança, a alegria que tu podes dar. Posso ir contigo também ?
JESUS - Mas é claro!
(Então começam a se retirar e antes de sair o papai Noel diz para o público)
PAPAI NOEL: Natal não significa peru, presentes e nem árvores enfeitadas, natal quer dizer que nasceu aquele que pode nos dar a vida eterna.

(Então saem... todos felizes seguindo Jesus.)

Fim.


ATIVIDADE 2:  JOGRAL  _CADA_CRIANÇA_É_UMA_LETRA
Autor desconhecido


Feliz natal



Felizmente veio o dia de alegria, paz e luz, em que a gente comemora doce natal de Jesus.


Esperança para o mundo contam anjos no natal recordando o amor profundo que afasta todo o mal.


Lindo dia de natal em que meu Jesus nasceu para me livrar do mal e me levar para o céu.


Irmãozinho de todos nós parece Jesus menino humilde na manjedoura pobrezinho e pequenino.


Z que letra difícil quase que me atrapalhou, mas ela escreve feliz e feliz é o que eu sou.


Natal, festa de amor faz a gente dar as mãos porque o bom Jesus nasceu todos nós somos irmãos


Aleluia, Jesus veio para salvar toda a gente e por isso que cantamos assim tão alegremente


Tudo é tudo é amor dorme todos em redá em Belém Jesus nasceu rei de paz, da terra e céu nosso salvador e Jesus.


Aleluia Deus nos ama de maneira igual tanto que Jesus nasceu pequenino no natal.


Linda oportunidade para uma saudação feliz natal e alegria a todos que aqui estão.



Atividade 3: Teatro 

Autor desconhecido



TRAÇOS DE UNIÃO
Narrador: O relógio bateu soturno e tristemente 3 horas da manhã, febril e impaciente a menina gemeu e virou-se na cama, e a mãe que cochilava ao pé do leito chama.
Filha: Ó mãe,
Mãe: Que queres filha?
Filha: Eu quero ver papai, ele não vai voltar? Vai chamá-lo, não vai?
Mãe: Filha, ele não vem, desde que nos deixou nunca mais nos quis ver, nunca mais nos buscou, o pouco que ele nos dá não chega nem para o pão, nem para o aluguel de um quarto de pensão, as vaidades do mundo, o amor a outra mulher afasta-o de nós, e é isso que ele quer. Para quem se diverte ao alheio sofrimento, em vez de comover, causa aborrecimento. Amigo verdadeiro e único protetor, só temos um minha filha, é Deus nosso Senhor! Vamos durma meu bem.
Narrador: Mas a menina insiste...
Filha: Eu quero ver papai!!!
Narrador: E a mãe exausta e triste...
Mãe: Ele não nos quer ver... é mau e insensível... para que pois tentar uma coisa tão impossível?
Narrador: Disse a menina.
Filha: Então, me dê uma caneta e um papel, irei escrever uma carta ao bom Papai Noel, talvez por ser natal Papai Noel convença o meu saudoso papai de vir a nossa presença.
Narrador:  E com trêmula mão e letrinha ruim, uma carta escreveu, mais ou menos assim.
Filha: Papai Noel, você que anda pelo mundo inteiro, dando presente a uns, dando a outros dinheiro, traga outra vez papai para junto da gente... mamãe está tão triste e eu tão doente, quisera ser maior para poder dar a ela tudo o que precisa. Ela precisa de tudo... desde suas roupas e meus livros de estudo, mas desta vez não quero nada disso, nem brinquedo, nem pinheirinho... eu quero só papai para com seu carinho, consolar mamãe e comigo talvez comemorar meu ultimo natal.
Narrador: A mãe exausta e aflita esperou um momento, seu temperamento talvez não suportasse uma afronta mais forte, mas o anseio da filha as vésperas da morte, merecia de si aquela humilhação, por isso,  ela tomou a histórica decisão de ir procurar o pai para a filha querida.
Mãe: Deita, descansa filha, irei levar o teu pedido.
Narrador: Em face afirmação a garota sorria, e sorrindo dormiu, para sonhar depois com o lar renovado o pai, a mãe, os dois felizes a cantar em volta de um pinheirinho fulgurante de luz, branquejante de harmonia. E a luz da madrugada, aquela mãe aflita saiu para implorar a quem tinha o dever de dar a sua dor tristíssima e inaudita, a grata proteção para amar e viver. Chegou a um lugar espúrio, ficou indecisa, se havia de bater ou não, mas qual a brisa ouviu muito de leve a filha suplicar.
Filha: Mamãe, diga ao papai que eu quero lhe ver, que ele venha depressa aqui em nossa casa, não demore mamãe que esta febre me abrasa.
Narrador: Em nada mais pensou. Bateu nervosa a porta, a vigia se abriu... e uma voz quase morta perguntou lá de dentro.
Pai: Que queres senhora?
Mãe: Senhor!!! Sua filha doente anseia vê-lo agora, venha, venha depressa, ela está muito mal, foi só o que pediu neste Natal.
Narrador: E atrás da porta, aquela voz sem brilho respondeu.
Pai: Está bem, irei ver minha filha.
Narrador: E aquela mãe voltou depressa e aos trancos. Magra, de olhar cavo, de cabelos brancos, naquela casa ruim, naquela rua escura, era a cópia fiel da estátua da amargura. Acordando a menina em lágrimas, depara que tudo aquilo fora um sonho que se passara...... e pergunta a sua mãe.
Filha: Mamãe, diga pra mim... Papai Noel existe?
Mãe: Por que minha filha?
Filha: Porque eu lhe fiz um pedido para trazer de volta meu papai querido, e ele nem se importou, nem se lembrou de mim, porque será mamãe, que a sorte é tão injusta assim? Acho que do pobre do infeliz e do tristonho, Papai Noel mamãe, só recorda em sonhos.
Mãe: Minha filha, Deus é bom, e há de escutar tua prece.
Narrador: Nisto a porta do quarto seu pai aparece. A menina percebe e diz erguendo a mão.
Filha: Papai, papai, foi Deus que ouviu minha oração, porque o senhor papai, não veio mais nos ver? Estou tão doente, quase a morrer, veja que quarto escuro, e que Natal tão triste, a arvore de Natal murchou...já não existe. Noutro tempo papai, como era diferente, o senhor enfeitava um pinheirinho e a gente ia dormir mais cedo para Papai Noel nos trazer brinquedo, o senhor lembra papai? É um hino tão antigo, mas é tão bonito, ande cante comigo......
ó pinheirinho de Natal, que belos são teus...
Filha: Você chora papai? você também chora mamãe? papai sente-se aqui, você mamãe, apanhe aquele nosso retrato. Aqui ele, olhem, eu estou no meio pegando suas mãos. Papai, mamãe, creio poder fazer o mesmo agora, dá-me suas mãos, assim, assim. – Oh Deus que estás nos céus, somos todos cristãos, une-nos em teu excelso amor, para sempre Senhor, para sempre...Senhor...
Narrador: E num ultimo esforço, as duas mãos juntou, olhou sorrindo os dois...e plácida espirou.
Mãe: Senhor, por nossos pecados estávamos assim de Ti divorciados, mas um dia Jesus, Teu filho predileto, sofrendo a nossa dor movido pelo afeto, suportou a maldade indômita do mundo, subiu a rude cruz e quase morimbundo perdoou nossas faltas, uniu as nossas mãos a mão do eterno Pai, fazendo-nos irmãos num mesmo sentido, num mesmo ideal, para pregar o bem, para vencer o mal e desde aquele dia a tua paz celeste envolveu de harmonia o nosso coração, porque Jesus se fez sobre o calvário agreste, formando assim entre Deus e os homens o TRAÇO DE UNIÃO.

FELIZ NATAL A TODOS!

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

A VIAGEM DOS MEUS SONHOS

PorLoide Noemi de Carvalho Machado (Psicóloga e Terapeuta de Família e de Casal)

     Uma das coisas mais prazerosas para mim é poder viajar. Conhecer lugares diferentes, novas culturas e viver  intensamente a emoção de estar em locais antes vistos apenas em fotos, livros em filmes e na TV.Viajar é se permitir mergulhar num mundo novo, com formas diversas de ver, ouvir e sentir os lugares e as pessoas e aprender com isso. Viajar nos  tira da rotina, e nos dá a possibilidade de conhecer a história, a linguagem e os hábitos de cada região. Viajar vai muito além do lazer, da diversão e do curtir tudo que se vê. Nas viagens acabamos fazendo amizades, criando vínculos que durarão por muito tempo.Desde muito pequena, quando não tinha nem noção de distância, eu já queria conhecer a Europa. Cada vez que lia um livro eu me imaginava naqueles lindos cenários. Adoro viajar e faço isso, no mínimo uma vez por ano, no período de minhas férias, ou sempre que é possível. Apesar de trabalhar muito procuro planejar com antecedência os locais a serem visitados, por conta própria ou através de uma empresa de turismo de confiança. Só assim não teremos surpresas desagradáveis. Já fiz muitas viagens lindas. Conheço muitas cidades do Brasil, alguns países como Uruguai, Paraguai, Argentina, Chile com a beleza da Cordilheira dos Andes, Venezuela e algumas ilhas do Caribe, com suas praias deslumbrantes.  Mas a viagem dos meus sonhos eu consegui realizar no mês de setembro deste ano.  Foi um tour por alguns países da Europa, saindo do Rio de Janeiro direto a Lisboa, e daí para Paris, a cidade Luz, onde ficamos por quatro dias.
     Nosso grupo era formado por turistas brasileiros, e de vários  países da América do Sul, com guia  em espanhol.Paris é linda tanto durante o dia, quanto à noite, com ela toda iluminada! O museu do Louvre, a Champs  Elisée, o Arco do Triunfo, a Galeria Lafayete( e as compras!), os restaurantes, os cafés, os  famosos  bistrôs,  os jardins, os parques, as praças. O passeio tradicinal pelo Rio Senna no Bateaux  Mouche , os bares, as catedrais, inclusive a de Notre Dame ( onde viveu o corcunda), o palácio de Versalles, o bairro de Montmartre, com a igreja do mesmo nome e a praça onde os pintores fazem suas obras ao ar livre ( incrível ), a Torre Eiffel  majestosa olhando a cidade lá de cima ( a subida â torre ocorreu  casualmente no dia 11/09 dia do meu aniversário...que lindo presente eu me dei )! Em Paris tomamos um ônibus da agência, atravessamos o sul da França, passamos por Luxemburgo, um lugar pequeno, mas muito desenvolvido, e entramos na Alemanha, um país lindo e cheio de histórias.  Fomos a Frankfourt cheia de marcas do sofrimento dos judeus na II guerra mundial, Heidelberg , linda com sua tradicional ponte, que resistiu aos ataques.  Rotenburg, um encanto, com suas casas típicas e floreiras abarrotadas de flores coloridas. 
     Dali  seguimos viagem para Innsbruck na Áustria e os lindos Alpes austríacos e o Tirol parecendo pinturas, que deliciavam nosso olhos. Depois entramos na Itália pela Toscana, com seus parreirais e campos de girassóis. Após entramos em Verona com sua grande arena onde os gladiadores lutavam e também a cidade de Romeu e Julieta, com todo o seu romantismo.   Florença é a cidade das compras, e até eu entrei nessa! Mas a cidade que mais foi marcante para mim foi Veneza ( a ilha de Venecia ) com seus canais, suas pontes ( como a ponte dos suspiros e outras, assim como suas incríveis gôndolas e vaporetos. Na parte seca da cidade a famosa praça de San Marco um lugar sem igual. Veneza   tem  um magia e uma beleza indescritível. Em seguida, fomos para Roma, onde foi possível  ver todo o peso da sua história, com o Coliseo, um monumento  grandioso , com resquícios do início da era cristã. Vimos também suas catedrais, museus, praças  e  a linda Fontana de Trevi. O majestoso Vaticano com sua importância religiosa, a beleza da Capela Sistina e de todas as obras de grandes pintores  . Ainda na Itália fomos à cidade histórica de Pompéia, que foi encoberta pelas cinzas do Vulcão Vesúvio, algo impressionante. A seguir fomos a cidade de Nápoli onde pegamos um barco rumo à Ilha de Capri , um lugar maravilhoso.   Posso  garantir que esta foi a viagem dos meus sonhos!!!
     Um grande abraço

segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

Banda Arautos de Sião


50 ANOS DA BANDA ARAUTOS DE SIÃO
Participação do Coral Vozes de Sião
Cordas de Sião


Ensaio da Banda




Maestro José Bonfada




Ir. Élida (esposa do saudoso Pr. Daniel Capelão - regeu a banda por 34 anos)


Ir. Ildo e Ir. Eloá ( esposa do saudoso Pr. Maicá)


Pr. Adealberto dos Santos Dutra


Ev. Gilmar dos Santos



 Palavra do Pr. Adealberto dos Santos Dutra



Ao comemorar os 50 anos de atividades de nossa Banda Arautos de Sião, que ao longo dos anos vem servindo ao Senhor com muita dedicação, empenho, carinho e determinação, somos profundamente gratos a Deus por ter dado esta riqueza a nossa igreja aqui em São Leopoldo. Quando falamos neste patrimônio, não podemos esquecer da família Pakulski, Pb. Octacílio Antonio da Silva, Maestro Geremias Matias, Pr. Aleixo Flores da Silva, Pr. Avelino Maicá da Silveira, mas principalmente ao Pr. Daniel Capelão de saudosa memória, que foi quem mais dedicou a sua vida no sentido de conduzir nossa banda, formando todos os anos alunos que compõem e outros hoje em vários estados do país. Nossa gratidão também pela vida da irmã Élida Martins, esposa que continua conosco.

Agradecemos a Deus por estas ilustres famílias que foram tão dedicadas, aos que já partiram, nossa homenagem, e aos que estão conosco, nossa gratidão a Deus por suas vidas. Ao atual regente e superintende do Departamento da Música Pb. José Bonfada, que continua com muita maestria dando sequência a este trabalho, ao Pr. Jeremias Pakulski, eficiente conselheiro e incansável e fiel servo de Deus. A todos nosso reconhecimento. Também a todos os nossos componentes, que com muito amor e carinho servem a Deus junto a nossa Banda. Que a bênção do Senhor continue abundamente a todos.

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

Dia de ação de graças

     Hoje é o Thanksgiving Day...dia de ação de graças...é uma data comemorada no hemisfério norte para dar graças pelo ano que passou ao Grande Senhor Deus...no Brasil o dia também existe, mas é muito pouco divulgado. Este dia é comemorado na quarta quinta-feira do mês de novembro, por isso vamos aproveitá-lo!
     É um dia de reflexão é gratidão...devemos agradecer a Deus por tudo em todos os momentos...por isso agradeça... dê glórias...Deus abençoe a todos!

domingo, 21 de novembro de 2010

Texto de alguns alunos da Escola Bíblica Dominical dos pré-adolescentes

Por: Luana de Lima
Nome da aula: Rico porém tolo
Texto Bíblico: Hebreus 13.5
     Meu nome é Luana de Lima. E participo da escola de pré-adolescentes. Estou no 3°ano  do Ensino Fundamental. Vou comentar com vocês sobre a lição 8, que se chama rico porém tolo.
A lição fala que temos que fazer planos para o futuro e que o senhor faz a parte dele.
Portanto, eu concluo que já devo orar pelo meu futuro.


Por: Lucas da Silva Spielmann
Nome da aula: A história de um semeador.
Texto Bíblico: Eclesiastes 11.6
     Meu nome é Lucas da Silva Spielmann. E participo da escola de pré-adolescentes. Estou no 7°ano do Ensino Fundamental. Vou comentar com vocês sobre a lição 4 , que se chama a história de um semeador.
A lição fala que Jesus foi à beira de um lago da Galiléia e disse sobre o semeador. O semeador é aquele que espalha as sementes, apenas isto. Depois a semente lançada entra em ação. Jesus declarou que o homem não escolhia o lugar. Ele simplesmente espalha a semente, portanto, devemos semear a salvação pela palavra de Deus.
     Portanto, eu concluo que a semente, de acordo com Jesus, simboliza a palavra de Deus. Dentro de uma semente está a partícula devida. O Senhor Jesus nos ensina uma grande e permanente lição, que é nosso dever prioritário semear a palavra de Deus.


Por: Déborah R. G. dos Santos.
Nome da aula: O trigo e o joio
Texto Bíblico: Mateus 13.24-30
     Meu nome é Débora Renata G. dos Santos. E participo da escola de pré-adolescentes. Estou no 6° ano do Ensino Fundamental. Vou comentar com vocês sobre a lição 2, que se chama o trigo e o joio.
A lição fala que nós devemos ser como trigo que é bom e têm várias utilidades e que também tem o joio na igreja, mas não devemos julgar para que ele possa se tornar um trigo.
Portanto, eu concluo que devemos ser como o trigo e não devemos julgar quem é joio, porque quem é o juiz é Deus, e Ele nos julgará.

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Crianças adorando a Deus!

      Foi apresentado na Igreja Central um trabalho das crianças da Escola Bíblica para o Senhor Jesus.


      Tema: A volta de Cristo. 
      Versículo: Apocalipse 22.20
      Música: Guarda o que tu tens.


      Responsáveis:


Professores: Jere, Anderson, Bethania e Ramaozinho.
Cantores: Irmãs Silva ( Andressa, Cálita e Brenda) e Coral Maranata.
Coreografia: Natália, Quélita, Deborah e Marthina.


Agradecemos a participação de todos! Que Deus abençoe!






segunda-feira, 15 de novembro de 2010

Proclamação da república

O termo democracia trata do regime de governo no qual o poder de tomar decisões políticas está nas mãos do povo por meio dos representantes eleitos. A Proclamação da República Brasileira ocorreu em 15 de novembro de 1889, derrubando a monarquia do Império do Brasil.
 Em 1 Timóteo 2.1-3 está escrito “Admoesto-te, pois, antes de tudo, que se façam deprecações, orações, intercessões, e ações de graças, por todos os homens; pelos reis, e por todos os que estão em eminência, para que tenhamos uma vida quieta e sossegada, em toda a piedade e honestidade; porque isto é bom e agradável diante de Deus nosso Salvador". Portanto, devemos honrar os nossos governantes conforme 1 Pedro  2.17 “Honrai a todos. Amai a fraternidade. Temei a Deus. Honrai ao rei”. E também devemos orar pelos governantes e pelas diversas autoridades pelo bem do evangelho. Não podemos mais ser um povo carregado pelos outros...temos o dever de escolher com consciência os nossos governantes...é para isso que existe a democracia.
Devemos obedecer às ordens legais e sujeitar-se à autoridade, conforme  Mateus 22.21 “Dizem-lhe eles: De César. Então ele lhes disse: Dai pois a César o que é de César, e a Deus o que é de Deus.”
Deus abençoe a todos!

segunda-feira, 8 de novembro de 2010

Congresso de Música!

Por: Maestro Eliezer Inácio da Silva

“Louvemos ao Senhor, pois Ele é bom e o seu amor dura para sempre.” Sl 136.

      Desde os tempos antigos, o ser humano busca formas de entrar em contato com Deus e agradar o Seu coração. Cria expressões corporais (danças, inclinações, prostrações...), utiliza elementos da natureza (flores, plantas, animais), formula palavras, frases ou discursos e põe tudo isso a serviço da celebração da vida e do Criador, e em toda sua existência, a música tem sido uma grande aliada destas celebrações. Celebrar significa dar importância, festejar em massa, realizar uma ação solene, honrar, exaltar, cercar de cuidado e de estima. O ser humano é celebrativo por natureza. As pessoas se reúnem para celebrar aniversários, conquistas, promoções no emprego, aprovação no vestibular, formatura, etc. Deus se agrada de celebrações que engrandeçam o Seu nome, e é por esse motivo que em nossos cultos devemos adorá-Lo usando uma riqueza musical muito criativa, com hinos, cânticos avulsos, louvor congregacional, corais, solos, danças, bandas, orquestras...

     Quão bom é louvar e agradecer a Deus e engrandecer o seu nome por tudo aquilo que tem feito.


Pb. José Bonfada
                                              
Coral Vozes de Sião

Banda Arautos de Sião

Pr. Adealberto dos Santos Dutra

Grupo Geração de Adoradores

Exército de Israel
                                        
Classe de alunos do Congresso de Música




sábado, 6 de novembro de 2010

23° Congresso de Música

PALAVRA DO SUPERINTENDENTE
   Pb.  JOSÉ BONFADA

     "O SENHOR revelou-me que, se o coração está limpo e santificado, e os membros da igreja são participantes da natureza divina, sairá da igreja que crê na verdade um poder que produzirá melodia no coração. Os homens e as mulheres não confiarão então em sua música instrumental, mas no poder e na graça de DEUS, que proporcionará plenitude de alegria.”
      O 23° Congresso da música  tem por objetivo falar principalmente sobre Canto e Técnica Vocal.   Os ensinamentos vão servir tanto para despertar o interesse nos iniciantes, quanto para aprimorar a técnica daqueles que já têm bom conhecimento. É uma oportunidade única que vai ser de grande valia para todos os irmãos, quer sejam cantores ou não.


Para Meditação - O Louvor Aceito pelo Céu
      "Naquele tempo será levado um presente ao Senhor dos exércitos da parte de um povo alto e de tez luzidia, e dum povo terrível desde o seu princípio, uma nação forte e vitoriosa, cuja terra os rios dividem; um presente, sim, será levado ao lugar do nome do Senhor dos exércitos, ao monte Sião." Isaías 18: 7.
        Você gosta de receber presentes? Quantos gostam de recebê-los?
      Um ditado popular diz que "a cavalo dado não se olha os dentes", e outro diz ainda que "de graça, até injeção na testa". Mas, será que todo presente é bem-vindo?
      O que uma namorada faria se recebesse uma vassoura de presente do namorado? Será que alguém gostaria de receber um penico de presente de aniversário? Um adventista ficaria contente se recebesse um leitão assado e uma garrafa de pinga de presente? Será que, algum desses casos, ajudaria se alguém dissesse que o "presente" foi dado com boas intenções?
      Todos aqueles que vêm à igreja o fazem, segundo afirmam, para adorar a DEUS. O ato de adoração envolve nossa homenagem, gratidão, louvor e reverência. Tudo isso é oferecido a DEUS tal qual um presente de amor.
     Será que DEUS aceita tudo, realmente, que Lhe é oferecido com "boas intenções"? Será que Ele teria aceito, no passado, um porco oferecido num altar, com "a melhor das intenções", em lugar de um cordeiro?
                  Se é a DEUS que estamos adorando o nosso louvor deve ter como objetivo agradar a Ele e não a nós.